19.2.06

Chuva

Chove uma grossa chuva inesperada
Que a tarde não pediu mas agradece.
Chove na rua, já de si molhada
Duma vida que é chuva e não parece.

Miguel Torga, Diário II (1943)


Foto: pva 0601 - camélia «Dona Herzília II» na Casa Tait

4 comentários :

Terraforma disse...

Que maravilha! Estarão disponiveis para venda?

Anónimo disse...

Um encanto, os folhos, as cores, a lágrima. A delicadeza etérea desta nossa camélia e a delicadeza telúrica deste nosso escritor. Como nos jardins japoneses, as vossas pontes ... EP

inquieta disse...

Lindas!!

Lúcia disse...

Maravilhosa!