22.2.10

Alecrinzito


Halimium calycinum (L.) K. Koch

Porque as folhas deste pequeno arbusto lhes fazem lembrar as do alecrim (Rosmarinus officinalis L.), os espanhóis chamam-lhe romerito ou romera; ao alecrim, está bom de ver, chamam eles romero. De facto, há pelo menos quatro romeritos na flora espanhola, todos de folhagem semelhante: dois no género Cistus [C. libanotis L. e C. clusii Dunal], e dois no género Halimium [H. calycinum e H. umbellatum (L.) Spach]. O H. calycinum dá flores amarelas, os outros três alecrinzitos dão flores brancas. Escusado será dizer que a designação agora proposta, num arroubo algo irreflectido de iberismo, vai agravar a confusão entre os portugueses que se iniciam nos mistérios da botânica. Pese embora a semelhança fortuita da folhagem, o alecrim e os alecrinzitos integram famílias botânicas bem distantes uma da outra, como aliás se constata pela morfologia das flores. Pensando bem, talvez seja mais avisado continuarmos a chamar sargaço(a) ou sargacinho(a) aos arbustos do género Halimium.

Se não fossem as flores a vincar a diferença, o Halimium calycinum e o Cistus libanotis seriam quase gémeos, com o segundo um pouco mais espigado do que o primeiro (1 m contra 60 cm). Ambos ocorrem no litoral português, o primeiro do Douro Litoral ao Algarve, o segundo só em partes da costa alentejana e da algarvia. O Pinhal de Leiria, onde os arbustos das fotos foram encontrados em local próximo da Praia do Pedrogão, é bem representativo do tipo de habitat escolhido pelo H. calycinum: pinhais costeiros, matos secos e dunas. Ocasionalmente, mas não em Portugal, encontra-se também em terrenos arenosos longe do mar, como os que há na província de Madrid, onde a planta é protegida por lei. Globalmente, a sua distribuição restringe-se à Península Ibérica e a Marrocos.

A flor aí em cima, desabrochada ainda em Janeiro, deve ser a primeira do ano. Havia mais botões no mesmo arbusto, e muitos arbustos sem um único botão, mas flores só havia essa. Entretanto muitas mais terão aberto; até Junho ou Julho, a produção deve continuar a bom ritmo. Pois estas são flores de um dia só, e importa não deixar que o colorido esmoreça.

Sem comentários :