16.6.10

Jacinto das uvas


Muscari neglectum Guss. ex Ten.

Eis uma planta que gosta de atrair visitantes para depois lhes barrar a entrada. É como daquelas casas de diversão nocturna onde há néons multicoloridos à porta mas se insiste numa triagem rigorosa dos frequentadores. Aqui são as flores no topo da espiga, brilhantes de um azul eléctrico, a servirem de engodo aos insectos - os quais, se não forem da medida certa, são duplamente ludibriados. Em primeiro lugar, porque essas flores tão atraentes são estéreis; em segundo, porque as verdadeiras flores - escuras, quase lutuosas - têm aberturas tão estreitas que só dão passagem aos bichos de menor calibre. Assim, em vez de serem o traje ou o apelido a franquear o acesso, é só o tamanho que é tido em conta, o que talvez seja mais democrático. Estivesse bem visível o anúncio proibida a entrada a maiores de 2 mm, e as abelhas já não gastariam o seu precioso tempo com flores tão peneirentas. Não nos querem, é? Pois que passem muito bem. Não falta por aí quem nos dê valor. E lá voam elas para longe, zumbindo de despeito.

O acesso condicionado e a presença de flores só de enfeite são imagem de marca do género Muscari, de que já antes mostrámos dois exemplos. Das trinta espécies que o constituem, espalhadas pela região mediterrânica e pelo sudoeste asiático, apenas duas (M. neglectum e M. comosum) são espontâneas em Portugal. O jacinto-das-uvas (a um olhar míope as flores do M. neglectum parecem um cacho de uvas) é mais comum no centro-oeste do país, entre Leiria e Lisboa, mas ocorre também na bacia do Douro, na costa vicentina e no Algarve. Cada planta tem até seis folhas lineares sulcadas, quase cilíndricas, dispostas em tufo, e uma única haste floral de 10 a 30 cm de altura. As flores surgem com mais abundância logo em Março, e esporadicamente até ao fim de Maio.

5 comentários :

trepadeira disse...

Olá.

Belo Jacinto.
Ainda por aqui o não vi.Só o humilde das searas.

Tenho um convite no trepadeira.Espero aceitem.Será um prazer recebê-los.

Se for possível divulgação agradeço.

Saudações cordiais,
mário

Paulo Araújo disse...

Olá.

Teremos todo o gosto em publicar aqui o anúncio do concerto. Em princípio, fá-lo-emos no próximo domingo.

Saudações cordiais,
Paulo Araújo

trepadeira disse...

Olá

Trepadeira Azul agradece penhorada.

Saudações cordiais,
mário

Viviana disse...

Olá, Paulo
Já conheço o seu blogue há bastante tempo.
É muito rico e muito instrutivo.
Parabéns!

Olhe, gostei tanto do Jacinto - das - uvas (só agora soube o nome)
que o levei e publiquei lá no meu cantinho.
Não se importa pois não?
Se bem me lembro creio que já por lá publiquei "coisas suas"
Obrigada, amigo.
Continue este excelente trabalho. Não há muito quem o faça.
Um abraço
Viviana

Paulo Araújo disse...

Claro que não me importo, e fico contente por ter gostado do texto.
Abraço,
Paulo Araújo