8.3.10

A mulher de Lot


Mammillaria cylindrica Hitchen ex Forbes

      Dizem que me voltei por curiosidade.
Mas podia ter tido outras razões.
Voltei-me lamentando a perda da minha taça de prata.
Descuidadamente, enquanto apertava a tira da sandália.
Para não ter de fixar a nuca honrada de Lot, meu marido.
Pela convicção súbita de que, caísse eu morta, ele nem sequer hesitaria.
Pela desobediência dos submissos.
A ver se nos seguiam.
Perturbada pelo silêncio, esperando que Deus tivesse mudado a Sua vontade.


Wislawa Szymborska, Lot´s Wife (trad. de Francisco Craveiro de Carvalho)

5 comentários :

Gi disse...

Muito bonito.

Maria da Luz Borges disse...

Lindo o cacto, divinal a flor, comovente a tradução. Obrigado
Luz

ZG disse...

Sem dúvida!!

Anónimo disse...

Belo...

bettips disse...

A tentação
explicada, em flor.
Linda!