26.4.10

Nem tanto ao mar


Arenaria montana L.

Arenaria evoca areia, praia, as ondas do mar - mas não é lá que vive esta planta. Outras suas congéneres preferirão viver nas dunas, e daí o nome do género, mas a Arenaria montana fica-se pelos bosques e urzais do sudoeste da Europa (em Portugal, só na metade norte), pulando ainda o estreito de Gibraltar para uma visita a Marrocos. Fazendo jus ao epíteto específico, dá-se bem em lugares elevados, mas não está de modo nenhum a eles confinada: já a encontrámos em Amarante, nas margens do Tâmega, e também em Valongo, perto do rio Ferreira, em altitudes de 100 a 200 metros.

O género Arenaria é populoso, com cerca de 160 espécies no hemisfério norte, em habitats preferencialmente montanhosos que vão do temperado ao árctico. A arenária-dos-nossos-montes tem flores de 1,5 cm de diâmetro, típicas do género tanto na cor branca como na disposição das pétalas, que surgem entre Março e Julho. Outros sinais particulares são os caules rastejantes, pubescentes, filiformes, e as folhas curtas (1 a 2 cm) e lanceoladas, de cor verde-cinza.

2 comentários :

Maria Angélica Alves disse...

As margens do belo Tamega sabem nos reservar delicadíssimas surpresas, ora bem. Não tive a sorte de encontrar as belas "arenarias montanas" em Amarante, mas tudo o mais que vi naquela encantadora cidade - inclusive muitas outras flores compondo singelos jardins-, foi simplesmente perfeito. Sabeis mesmo primaverar nossos outonos d´além mar com essas preciosidades...

Maria da Luz Borges disse...

Lindas!Simples e brancas...
luz