19.4.10

Faveira dos pauis


Menyanthes trifoliata L.

O nome faveira-dos-pauis é uma tradução apressada do inglês bogbean, e refere-se à semelhança entre as folhas desta herbácea perene, quando ainda tenras, e as da faveira comum (Vicia faba): ambas as plantas apresentam folhas trifoliadas, com folíolos grandes, em posição semi-vertical, dobrados longitudinalmente de modo a formarem sulcos. As semelhanças ficam-se por aqui, pois a Menyanthes trifoliata prefere viver em charcos e não consta que dê frutos comestíveis.

As flores de pétalas franjadas recordam as de uma outra planta aquática, essa de flores amarelas, que já aqui trouxemos: o golfão-pequeno. Aliás Lineu baptizou esta última planta como Menyanthes nymphoides; mas, após várias atribulações taxonómicas, Otto Kuntze (1843-1907) transferiu-a definitivamente, em 1893, para o novo género Nymphoides. O resultado dessa e de outras deserções é que hoje a Menyanthes trifoliata é a única espécie do seu género.

Trata-se de uma planta de caule rastejante que, a intervalos mais ou menos regulares, vai lançando folhas e içando hastes floridas com 20 a 25 cm de altura. As flores são pequenas, com uns 15 mm de diâmetro. Sem calçado apropriado - o mínimo seriam umas galochas de cano alto -, o fotógrafo socorreu-se da tele-objectiva, e teve de contentar-se em captar as flores de perfil. O local foi um dos lagos na reserva de Burnham Beeches, em Buckinghamshire, perto de Londres.

A espécie é bastante comum em Inglaterra, e a sua área de distribuição global é muita ampla, abrangendo a Europa, a Ásia e a América do Norte. No nosso país, há registos da sua presença em lagos ou charcos da Serra da Estrela, Paredes de Coura e Montalegre. Apesar de as últimas herborizações já terem algumas décadas e de a planta não estar listada na Flora Digital de Portugal, podemos assegurar que ela ainda existe na Serra da Estrela.

1 comentário :

Paulo Romero disse...

Olá,eu encontrei esse blog,por acaso pesquisando,sobre plantas,flores...
Eu adorei o blog,é tudo tão bonito,tão organizado;parabéns.

Eu tenho um blog sobre, meio ambiente e criação racional de abelhas nativas.
Abraço.
Paulo Romero.
João Pessoa,PB.Brasil.
www.urucueabelhasnativas.blogspot.com